A História da Unidos do Viradouro

POR QUÊ VIRADOURO?
A Unidos do Viradouro tem esse nome por causa do local de origem da Escola. A Rua Dr. Mário Viana, a principal do bairro de Santa Rosa, em Niterói, era conhecida como rua do Viradouro no trecho próximo à Garganta, nome popular da subida do Morro da União. Isso porque era ali que o bonde virava, fazendo o retorno. Com o passar do tempo, o número de moradores cresceu, e em 1986, o Viradouro deixou de ser apenas um prolongamento de Santa Rosa, passando a ser considerado como bairro pela Prefeitura de Niterói.

A FUNDAÇÃO
Nelson dos Santos, o popular Jangada, era um apaixonado pelo samba. Ele costumava organizar batucadas no quintal de sua casa em Capitão Roseira, no alto do Viradouro. O sucesso foi tanto que Jangada resolveu organizar uma escola de samba. Assim nasceu a Unidos do Viradouro em 24 de junho de 1946.

AS CORES ORIGINAIS
A data de fundação da Viradouro, 24/06, coincide com a data comemorativa de São João Batista, padroeiro da cidade de Niterói, e por isso o santo foi adotado como padroeiro da Escola. Mas ao lado do Colégio Salesiano, no bairro de Santa Rosa, foi erguida uma Basílica e, nas proximidades, no alto do Morro do Atalaia, o Monumento a Nossa Senhora Auxiliadora, inaugurado em 1900. A proximidade com a Viradouro fez com que Nossa Senhora Auxiliadora fosse adotada como padroeira. Suas cores, o azul do manto e o rosa das vestes, acabaram sendo adotadas como as cores oficiais da Unidos do Viradouro.

O BATISMO
A madrinha da Viradouro é a Portela. Natal e a comitiva portelense foram batizar a Viradouro ainda em sua primeira quadra, na Garganta. Por causa da madrinha da Escola, quando foi criada, a Velha Guarda da Viradouro foi batizada pela tradicional Velha Guarda da Portela.

OS DESFILES EM NITERÓI
Com as cores azul e rosa, a Escola desfilou pela primeira vez em 1947, conquistando o quarto lugar no Carnaval de Niterói. O primeiro título veio logo, em 1949,.com o enredo Ararigbóia. De 1947 até 1963, a Viradouro conquistou 10 campeonatos. Só não venceu por quatro vezes (veja na seção Outros Carnavais).

DESFILANDO NO RIO – 1
Na primeira tentativa de competir na cidade do Rio de Janeiro, em 1964 e 1965, a Viradouro não foi bem sucedida. Resultados ruins e o atraso nos desfiles na Praça Onze, fizeram com que ela voltasse a competir em Niterói em 1966. Num dos anos, o desfile estava previsto para o início da madrugada, e só foi ocorrer por volta do meio-dia. Mas a Escola se orgulha de ter sido convidada a participar do desfile em homenagem ao IV Centenário da cidade do Rio de Janeiro, em 1965.

AS MUDANÇAS DE ENDEREÇO
Em 1965, a quadra da Viradouro saiu do seu local de origem. Passou por cinco mudanças de endereço até chegar ao atual, na Avenida do Contorno, 16, no bairro do Barreto, em Niterói. O Barreto limita-se com o município de São Gonçalo, o que acabou contribuindo para atrair muitos simpatizantes gonçalenses para a Escola.

DE VOLTA A NITERÓI
Após a aventura carioca, em 1966 a Viradouro voltou a desfilar em Niterói. De 1966 a 1985, foram mais 8 títulos conquistados, incluindo um pentacampeonato (1980 a 1984). Foi a época de grandes disputas com a Acadêmicos do Cubango, outra grande força do Carnaval de Niterói.

A TROCA DAS CORES
Antigamente as Escolas usavam muito cetim nas roupas e decorações de carros. A fábrica Matarazzo de São Paulo fabricava esses tecidos na tonalidade de rosa que a Viradouro desfilava. Com o fechamento da Matarazzo, a Escola precisou recorrer a fornecedores diferentes, e passou a ter dificuldades em encontrar tecidos na mesma tonalidade para o desfile. Naquela época o respeito às cores imperava, e os adversários chegavam a acusar a Viradouro de desfilar com roupas e alegorias feitas com tecidos reaproveitados de anos anteriores. Sentindo que as notas começavam a refletir esse pensamento, prejudicando a Escola na disputa pelo campeonato – de 1966 até 1970 a Viradouro não foi campeã – , após o Carnaval de 1970 foi tomada a decisão de trocar as cores de azul e rosa para vermelho e branco. A troca deu certo. Já no primeiro desfile com as novas cores, em 1971, a Escola voltou a ser campeã.

DESFILANDO NO RIO EM DEFINITIVO
Depois de conquistar 18 títulos no Carnaval de Niterói, a Unidos do Viradouro decidiu desfilar no Carnaval carioca a partir de 1986. Tudo por causa do contestado resultado do Carnaval de 1985 em Niterói, quando Cubango e Viradouro se sentiram prejudicadas e desprestigiadas, e antevendo o declínio dos desfiles na cidade, resolveram passar a competir no Rio. A Viradouro chegou a fazer uma espécie de plebiscito interno. Um questionário foi entregue aos componentes para que avaliassem todos os prós e contras da travessia, e o resultado foi 98% a favor da ida para o Rio. Ambas se inscreveram na Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro (AESCRJ), mas no primeiro ano, em 1986, desfilaram no Grupo 2-B, apenas para aprovação da entidade. A partir do ano seguinte, elas passaram a competir normalmente com as outras filiadas da AESCRJ.

A ASCENSÃO NO RIO
A Viradouro teve que galgar todos os degraus até chegar ao desfile principal. Começou no Grupo 4, fui subindo, até que em 1990 conquistou o título do Grupo 1 com o enredo “Só vale o escrito”, que lhe valeu o acesso ao Grupo Especial. A chegada do presidente José Carlos Monassa Bessil, deu grande impulso à Escola, que pode realizar belos desfiles na elite do Carnaval carioca. Logo na estréia, em 1991, obteve um honroso 7º lugar entre 16 participantes. Mas o ponto alto de sua trajetória no Grupo Especial foi o campeonato conquistado em 1997 com “Trevas! Luz! A Explosão do Universo”, do carnavalesco Joãosinho Trinta. O título encheu de alegria e orgulho a cidade de Niterói. Após esse feito e as seguidas boas apresentações, a fama da Viradouro ultrapassou as fronteiras da cidade, e naturalmente começaram a surgir admiradores em vários cantos do país e do mundo, com os quais hoje em dia os niteroienses têm que compartilhar o amor pela escola.

Texto de Alexandre Omi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s